segunda-feira, janeiro 29, 2007

Portugal - 16; Marrocos - 15 dia 27 de Janeiro


Depois de estar duas horas a levar com o sol na "tromba", nada melhor do que ir ver um jogo da Selecção e levar com mais duas horas de sol na "tromba". Felizmente que o vento não era tão forte e portanto estavam reunidas todas as condições para um bom jogo de rugby. O Estádio Universitário estava bem composto com muitas "tias", muitos "tios", "primos" e "primas", mas também algum povo!!!

Ironias à parte vamos então à analise do jogo:


Portugal inicia bem o jogo e começa bem a ganhar uma penalidade logo aos 2 minutos que Duarte Cardoso Pinto desperdiça. Após um erro defensivo da equipa nacional, Marrocos pressiona através dos seus Avançados. Portugal vê-se obrigado a fazer falta e a equipa do norte de Africa ganha uma penalidade. Pontapé convertido pelo "abertura" aos 5 minutos. Como tal:

Portugal - 0; Marrocos - 3


Marrocos defende muito bem e aos 8 minutos o abertura poem em dificuldades a defesa de Portugal com um pontapé muito forte e longo. Pedro Leal talvez um pouco mal posicionado. Marrocos muito bem nas "Touches" e nos "Mauls" mas lento e a perder muitas bolas nos 3/4. Portugal não consegue furar a defesa, mas conseguem ganhar nova penalidade, após o Asa marroquino ter jogada a bola no chão. Desta vez Duarte Cardoso Pinto converte o pontapé e Portugal empata a partida aos 16 minutos. Como tal:

Portugal - 3; Marrocos - 3


Luís Pissara e o abertura Português a jogarem muito bem, com bons passes e bom entendimento. A bola quando é chutada tem que sair. Grande maul dinâmico aos 23 Minutos da equipa Marroquina após "touche" obriga os Portugueses a cometer falta. Felizmente para nós, que Marrocos não aproveitou mais uma penalidade (nº10). Não conseguimos passar a linha do meio campo, cometemos muitas faltas, por outro lado não conseguimos soltar as bolas nos "rucks". Os melhores entretanto no "pack" de Avançados são Vasco Uva e o Pilar (nº1)

Aos 31 Minutos mais um grande "maul" de Marrocos, após "touche" (que é sempre a mesma bola, para o último saltador que inicia o "maul" imediatamente a seguir agarrar a bola) avançando 30 metros!!! Finalmente conseguimos sacudir a pressão e após um erro do adversário ganhamos uma "melee" a 5 metros da linha de validação. Portugal marca ensaio após boa jogada de Pedro Leal, que passa a bola ao Pilar que por sua vez passa a Vasco Uva que "mergulha" para o primeiro ensaio da partida aos 37 Minutos. Como tal:

Portugal - 10; Marrocos - 3


O jogo está quase no final da 1ª parte sem antes Marrocos falhar duas penalidades pelo seu nº10. Prometeu no inicio, mas pelos vistos o seu pontapé é mais força do que colocação.

Fim da 1ª parte: Portugal - 10; Marrocos - 3


A 2ª parte começa com Portugal no ataque.


Após um erro tremendo da defesa de Portugal, o ensaio surge para o lado Marroquino. Pontapé não convertido pelo nosso já conhecido e "querido" nº10 aos 42 Minutos. Como tal:

Portugal - 10; Marrocos - 8


Logo a seguir Portugal consegue ganhar nova penalidade, após um erro defensivo do adversário. Duarte Cardoso Pinto, felizmente que não imita o nosso amigo nº10 de Marrocos e marca mais 3 preciosos pontos aos 43 Minutos. Como tal:

Portugal - 13; Marrocos - 8



Vasco Uva é dos poucos que consegue furar a forte defesa de Marrocos. Aos 46 Minutos, a equipa Marroquina falha a sua primeira "Touche", ainda por cima quando estava já nos "22" de Portugal. Portugal tenta sacudir a pressão mas continua a ter alguns problemas nos "rucks". Muitas paragens de jogo, nalgumas situações os nossos amigos marroquinos entram um pouco "durinho" demais. Após grande pressão, Portugal consegue ganhar uma nova penalidade perto dos "22" do adversário e Duarte Cardoso Pinto não falha e faz mais 3 pontos para Portugal aos 54 Minutos. Como tal:

Portugal - 16; Marrocos - 8


Bom jogo de Pedro Leal, por várias vezes a "furar" entre os "Centros" e a fazer de "lança", exemplo disso aos 58 Minutos. Marrocos falha algumas bolas, deixando-as cair para a frente, Portugal defende como pode e quase que sofre ensaio aos 63 Minutos. 5 Minutos mais tarde acabaria por sofrer mesmo o ensaio, após boa jogada dos Marroquinos na esquerda a jogar bem no "maul" e assustar um pouco a equipa nacional. Desta vez o pontapé foi convertido. Como tal:

Portugal - 16; Marrocos - 15


Marrocos motivadíssima com o ensaio, empura Portugal para a sua zona defensiva. Felizmente encontra pela frente um Portugal com imenso espirito de sacrificio que defende como pode, mas falha muitas bolas. Neste momento bastam 6 pontos para Marrocos estar na próxima eliminatória e deixar Portugal para trás. Marrocos insiste na sua principal arma; após a "Touche", "maul" muito forte. Já quase no final, mais concretamente aos 78 Minutos Marrocos, falha a sua 2ª "Touche"(e ainda por cima nos "22" dos Portugeuses) e Portugal consegue sacudir a pressão. Jogamos agora de forma inteligente obrigando os Marroquinos a fazer várias faltas e conseguimos com isso avançar muito no terreno, exemplo disso é a última penalidade do encontro já nos descontos que Gonçalo Malheiro falha por pouco. O jogo acaba e estamos na próxima eliminatória. Se ganharmos aos Uruguai estamos Grupo C, juntamente com a Nova Zelândia, Escócia, Itália e Roménia.

Fim do Jogo: Portugal - 16; Marrocos - 15


Portugal ganha este jogo graças a um grande espirito de sacrificio. Defenderam e lutaram como poderam. Por outro lado podemos agradecer, à desinspiração total do nº10 Marroquino que segundo as minhas contas falhou 11 pontos possíveis (3 penalidades e mais um pontapé após ensaio).


Pontos Fortes de Portugal:


Grande espirito de sacrificio



Vasco Uva, Luís Pissara, Pedro Leal e Duarte Cardoso Pinto



Bons "Placadores", excepto em algumas situações principalmente nos 3/4



Pontos Fracos de Portugal:


Muitas dificuldades com os "mauls" do adversário



"Rucks" mal conseguidos e a cometer muitas faltas



Condição Fisica



Pontos Fortes de Marrocos


"Pack" de Avançados muito forte fisicamente



3/4 muito bem a defender



"Mauls" bem conseguidos



Pontos Fracos de Marrocos:


"Abertura", nº10, prometeu no inicio, mas mal no decorrer da partida e não foi só a chutar



Agressividade em excesso, dá em faltas



3/4 deixaram cair muitas bolas no ataque







1 comentário:

João Marques disse...

Ena, ena... Temos bom olho sim senhora!