segunda-feira, maio 07, 2007

Cascais - 13; Técnico - 9 - 7º/8º lugares - Final





Introdução:

Grande expectativa para o jogo que ia decidir quem se mantinha na divisão principal do Rugby Nacional. O Cascais tinha obtido a última classificação, enquanto que o Técnico depois de uma boa recuperação nas últimas jornadas aproximou-se do Belenenses, mas ficaria em 7º lugar no final da 1ª fase. Muito se tem discutido sobre o actual modelo do Campeonato, que prejudica a regularidade. Se virmos bem só a Agronomia conseguia "manter" o lugar que trazia da 1ª fase, já que as restantes equipas perderam a sua posição "original". CDUP ficou em 4º lugar, ficando em 3º lugar na 1ª fase, o Benfica ficou em 6º lugar, enquanto que na 1ª fase ficou em 5º lugar e o Técnico desce de divisão, embora tenha ficado em 7º lugar na 1ª fase!

Foi um jogo muito equilibrado com o vento a ter influência no estilo de jogo, já que a bola andou muitas vezes pelo "ar", mas também a maturidade e capacidade de sofrimento do Cascais foram determinantes contra uma equipa muito combativa e jovem e que na 2ª Parte esteve muitas vezes perto do ensaio.

O Cascais tinha feito um bom jogo frente ao Benfica com especial destaque para o seu "abertura", no jogo ao pé, mas também nas manobras ofensivas. Por outro lado o Cascais tinha jogado bem nos Avançados, só que cometeu muitas faltas e fisicamente mostraram algumas debilidades. Contra o Técnico o Cascais cometeu muito menos faltas, mais concretamente menos 6 do que frente ao Benfica. Por outro lado o Cascais defendeu muito bem, especialmente na 2ª Parte e nos primeiros 20 minutos da partida, periodos esses onde foram obrigados a isso. Com o vento a favor na 1ª Parte o Cascais conseguiu sempre afastar o jogo do seu meio campo de forma eficaz. Por outro lado e com uma 1ª linha mais forte, conseguia colocar grandes dificuldades ao adversário. Grande jogo de Murinello, com especial destaque para o único ensaio da partida que não sendo da sua autoria foi um dos principais responsáveis. O Cascais foi sempre uma equipa muito unida, tanto a defender como atacar. O seu melhor período foi claramente nos últimos 20 minutos da 1ª Parte e nos primeiros 15 minutos da 2ª Parte, onde o jogo nas linhas atrasadas foi muito bem conseguido, já que além das boas combinações ofensivas, existia sempre muito apoio. Foram períodos onde o Cascais por mais vezes ultrapassou a linha da vantagem, 19 vezes no total com 8 vezes nos últimos 20 minutos da 1ª Parte e 6 vezes nos primeiros 20 minutos. Os últimos minutos da partida foram muito complicados mas o Cascais defendeu com "unhas e dentes" a manuntenção.
De referir que o Cascais foi muito eficaz nas placagens já que registou durante o jogo uma percentagem muito elevada, 83.33%, com 81.25% na 1ª Parte e na 2ª Parte, onde teve que placar mais, 85.71%. Beneficiou de 17 penalidades, das quais jogou por 5 vezes à "mão", 9 vezes à "Touche" e 3 vezes aos "postes" (todas na 1ª Parte, com o vento a favor). Nas "melee's" foi bem mais forte que o adversário ganhando todas as "melee's".

A sorte não acompanhou os jogadores do Técnico e por outro lado defrontaram uma equipa mais madura que defendeu muito bem o resultado. Foi um jogo muito tático e o Técnico iniciou muito bem a partida com as linhas atrasadas a fazerem um jogo muito rápido, com destaque para Mourão e Joe Gardener sempre muito activo nas situações ofensivas. Apesar de estarem com o vento contra, o Técnico iniciou muito bem a partida, só que cometia algumas faltas já que concedeu ao adversário só nos primeiros 20 minutos 6 penalidades, das quais o Cascais tentou os postes 2 delas, embora só tenha convertido uma delas. Joe Gardener esteve impecável mais uma vez nos pontapés, principalmente na 2ª Parte com as duas penalidades a serem marcadas ainda longe dos postes. Muitas dificuldades na 1ª linha, já que as 3 bolas perdidas pelo Técnico nos seus "22" foram graças a 3 "melee's" perdidas nos últimos 20 minutos da 1ª Parte, período esse em que o Cascais mais pressionou o Técnico nessa zona. Mas por outro lado o Técnico também defendeu muito bem, emobra tenha falhado algumas placagens. Na 2ª Parte e com o vento a favor o Técnico empurrou o Cascais para os seus "22" e se por um lado o adversário defendeu com grande bravura o jogadores das Olaias cometeram alguns erros com destaque para uma bola que Gardener deixou caír para a frente quando já estava em cima da linha de ensaio.
De referir que o Técnico cometeu 11 erros, sendo que 3 deles foram cometidos nos "22" do Cascais, todos eles nos últimos 20 minutos da partida. Nas "melee's" foram sentidas grandes dificuldades já nas "Tocuhes" o Técnico esteve muito bem, perdendo apenas 2 em 12 no total. Beneficiou de 10 penalidades, das quais jogou por 3 vezes à "mão", 4 vezes à "Touche" e 3 aos "postes", eficácia de 100% de Gardener nos pontapés.

Parabéns ao Cascais pela manuntenção, mas parabéns ao Técnico pela excelente recuperação feita no Campeonato ficando a sensação que não merecia descer de divisão!


Resumo do Jogo:

Jogo de nervos no Eul 2, apesar de estar com o vento contra o Técnico inicia melhor a partida, mas comete algumas faltas e o Cascais aproveita essa situação para progredir no terreno graças ao bom pontapé de Maxi. Apesar de tudo o bom inicio do Técnico dá os seus frutos e aos 6 minutos ganha uma penalidade aos postes. Pontapé convertido por Gardener. Aos 8 minutos o Cascais beneficia de uma penalidade aos postes. O pontapé foi convertido por Maxi. Aos 14 minutos o Cascais volta a beneficiar de mais uma penalidade aos postes mas desta vez o pontapé não foi convertido. O Cascais domina agora a partida e consegue aos 25 minutos ganhar mais uma penalidade aos postes. O pontapé foi convertido por Maxi. Aos 27 minutos é mostrado um cartão amarelo a um jogador do Técnico e até ao final da 1ª Parte não haveria mais alterações no resultado.

Fim da 1ª Parte: Cascais - 6; Técnico - 3

Agora era a vez do Técnico aproveitar o vento a favor para se instalar no meio campo do adversário. Cascais defende bem e aos 52 minutos o momento do jogo, com Murinello muito bem na jogada ofensiva com toda a equipa do Cascais a mudar constantemente o sentido do jogo, ora para o "fechado" ora para o "aberto", com uma excelente arrancada de Murinello e com o apoio a surgir ao "transportador" de bola. O pontapé foi convertido por Maxi. Apesar de tudo o Técnico volta a empurrar o Cascais para a sua zona defensiva e consegue aos 56 minutos uma penalidade ainda longe dos" postes". Pontapé convertido por Joe Gardener. Técnico continuava a pressionar e aos 65 minutos volta a ganhar mais uma penalidades aos postes. Pontapé convertido pelo nº15 do Técnico. Até ao final do jogo apesar da forte pressão dos homens das Olaias, o resultado não sofreria alterações.

Fim da 2ª Parte: Cascais - 7; Técnico - 6

Fim do Jogo: Cascais - 13; Técnico - 9
Ao Minuto:

Inicio do Jogo: 17h18

6 Minutos - Penalidade Postes Convertida - Técnico
8 Minutos - Penalidade Postes Convertida - Cascais
14 Minutos - Penalidade Postes não convertida - Cascais
25 Minutos - Penalidade Postes Convertida - Cascais
27 Minutos - Cartão Amarelo - Técnico

Fim da 1ª Parte: 18h01

Inicio da 2ª Parte: 18h08

52 Minutos - Ensaio Cascais e pontapé convertido - Cascais
56 Minutos - Penalidade Postes Convertida - Técnico
60 Minutos - Substituição - Técnico
60 Minutos - Substituição - Técnico
64 Minutos - Substituição - Técnico
65 Minutos - Penalidade Postes Convertida - Técnico
68 Minutos - Substituição - Técnico
70 Minutos - Substituição - Técnico

Fim do Jogo: 18h52



Estatística:


CascaisGeralTécnico
13 Resultado 9
1 Ensaios 0
1 Conversões 0
2 Penalidades "Postes"3
0 Drop Goal 0
6 1ª Parte 3
7 2ª Parte 6


TOTAL

CascaisSituações de JogoTécnico
11 "Melee Ganhas" 8
0 "Melee Perdidas" 4
10 "Touches" Ganhas 10
2 "Touches Perdidas" 2
17 Penalidades Obtidas 10
5 Penalidade "à Mão" 3
9 Penalidade "à Touche" 4
3 Penalidade "Postes" 3
5 "Mauls" Ganhos 6
25 Placagens bem sucedidas 30
5 Placagens falhadas 10
83.33% % Placagem 75%
2 "Turn Overs" 5
11 Erros 11
6 Vantagem 5
4 Vantagem "progressão" 1
2 Vantagem não aproveitada 4
19 Linha da Vantagem "ultrapassada" 17
3 Bola Perdida "22" 3
6 Bola Ganha "22" 3


1ª Parte

CascaisSituações de JogoTécnico
6 "Melee Ganhas" 3
0 "Melee Perdidas" 3
3 "Touches" Ganhas 5
1 "Touches Perdidas" 2
10 Penalidades Obtidas 5
4 Penalidade "à Mão" 2
3 Penalidade "à Touche" 2
3 Penalidade "Postes" 1
2 "Mauls" Ganhos 2
13 Placagens bem sucedidas 16
3 Placagens falhadas 7
81.25% % Placagem 69.57%
1 "Turn Overs" 3
5 Erros 7
4 Vantagem 3
3 Vantagem "progressão" 1
1 Vantagem não aproveitada 2
11 Linha da Vantagem "ultrapassada" 6
1 Bola Perdida "22" 3
2 Bola Ganha "22" 3


2ª Parte

CascaisSituações de JogoTécnico
5 "Melee Ganhas" 5
0 "Melee Perdidas" 1
7 "Touches" Ganhas 5
1 "Touches Perdidas" 0
7 Penalidades Obtidas 5
1 Penalidade "à Mão" 1
6 Penalidade "à Touche" 2
0 Penalidade "Postes" 2
3 "Mauls" Ganhos 4
12 Placagens bem sucedidas 14
2 Placagens falhadas 3
85.71% % Placagem 82.35%
1 "Turn Overs" 2
6 Erros 4
2 Vantagem 2
1 Vantagem "progressão" 0
1 Vantagem não aproveitada 2
8 Linha da Vantagem "ultrapassada"11
2 Bola Perdida "22" 0
4 Bola Ganha "22" 0

16 comentários:

Anónimo disse...

quais foram as substituições que o cascais fez? eu fui ver o jogo e pareceu-me que jogaram com o 15 inicial até ao fim! abraço

luis sa disse...

Tem razão enganei-me nos Excel, vou já corrigir!

Obrigado por essa nota!

Anónimo disse...

Que raio de ideia de facto de marcarem os jogos para o Campo 2. Não dava para ver um boi!

Mas o que interessa é que o Cascais ganhou!

Anónimo disse...

No final de contas era uma vitoria esperada tendo em conta a nomeação do arbitro e a exibição do mesmo...

Anónimo disse...

Pela descrição do jogo e a sua análise estatistica, não vejo onde terá o árbitro dado a vitória ao CASCAIS. :)

Anónimo disse...

Uma mera questão.
Das melês ganhas pelo Cascais quantas foram devido a faltas assinaladas pelo Árbitro ao Técnico???

Abraço

Anónimo disse...

Luis,

O teu trabalho é muito meritório. É metódico, exaustivo e pelo que leio é uma área pouco trabalhada no rugby português.

Mas por vezes é preciso concretizar as coisas! 17 penalidades contra o Técnico não te parece exagerado? Terá sido só falta de jeito dos jogadores das Olaias? Em comparação com outros jogos do Técnico ou da Divisão de Honra, nunca uma equipa fez tantas faltas! Podes chamar-lhe curiosidade estatística mas devia ter sido destacado no teu texto.

O rugby devia aprender com os desportos que já são profissionais onde cenas como a de domingo não se passam. Têm um francês a apitar uma meia-final e o irmão de um jogador na final? É vontade de complicar e reflecte o amadorismo deste desporto em Portugal. É uma pena que não capitalizem no sucesso da selecção.

Anónimo disse...

Triste mesmo é não se sbaer aceitar as derrotas, peincipalmente quando se é inferior ao adversário (como aconteceu domingo) e falar de arbitragens coo se fala no futebol...

Anónimo disse...

ao ultimo post apenas peço q lei esta noticia... http://www.oje.pt/download.php/f/205/oje-205-completo.pdf

luis sa disse...

Caro Anónimo das 8:40.

Antes de mais obrigado pelos teus comentários. Em termos de arbitragem não vou tecer comentários, pq por um lado não gosto e por outro lado não sou um "especialista" da matéria!

Relativamente às penalidades. Gostaria de lembrar que por exemplo no Beleneneses VS Benfica da final os encarnados beneficiaram de 21 penalidades. A Agronomia no jogo da final beneficiou das mesmas 17 penalidades! No Benfica vs Cascais das meias finais o Benfica beneficiou de 16 penlalidades. Isto são apenas alguns exemplos dos jogos que vi! Admito que me possa ter falhado uma ou outra mas acho complicado que isso tenha acontecido, até porque o sinal da penalidade por parte do árbitro é muito fácil de entender, mas enfim aceito o benificio da dúvida. Eu não discuto se elas são bem marcadas ou não, eu apenas tento "marcar" tudo o que o árbitro assinala. Agora se ele esteve bem ou não, isso já é outra conversa.

Cumprimentos:

Luís Sá

Anónimo disse...

A culpa não é do árbitro, mas sim de quem o nomeou.

Duas situações engraçadas.

Se o Técnico tivesse ganho ninguém falava mal do árbitro. Provavelmente o Cascais iria dizer que o árbitro favoreceu o Técnico para não ser acusado de ligações ao Cascais e portanto iria reclamar pela sua nomeação.

Como o Técnico perdeu a culpa é do Murinello.

Em Portugal por norma toda a gente reclama por ter ou por não ter...

Anónimo disse...

Acima de tudo foi um jogo com referiste e bem, muito disputado com o Cascais a demostrar mais "maturidade". Não vale a pena discutir a questão do árbitro porque em primeiro lugar o problema foi quem o nomeou e por outro lado o problema mesmo é este sistema de campeonato que acabou por premiar uma equipa que ficou bastante atrás na primeira fase. Aliás este ano a única equipa que manteve a sua posição actual foi a Agronomia porque de resto foi o que se viu!!!

Anónimo disse...

anónimo das 2:12 li e n mudo a minha opinião em nada. n vejo q revelação fantástica tem a noticia...continuo a não perceber como se insiste numa arbitragem tendenciosa! é um facto q o cascais jogou melhor que o técnico, que só se apoiou no gardner. infelizmente para o técnico desta vez não foi suficiente. não é o fim do mundo!

Anónimo disse...

Meus Caros em primeiro lugar Parabéns ao Luis pelo seu trabalho, numa área cada vez mais imprescindivel na análise desportiva.

Quanto ao jogo e apenas para esclarecer um pouco os que falam apenas com convicção nas suas cores, posso dizer-lhes que o jogo foi filmado e que após visualizá-lo, estou em condições de dizer que a arbitragem foi bastante tendenciosa...
Não quero com isto dizer que a vitória não foi merecida pelo Cascais, que muito bem aproveitou esse facto, diria antes que o verdadeiro culpado foi o Técnico que não demonstrou o que pode e o que sabe fazer.

Em resumo diria apenas aos que são pela cor verde que os fins nem sempre justificam os meios...

Abraço

Anónimo disse...

Ficava-te melhor dizer aos que são da cor verde: parabéns pela vitória. Mereceram ganhar aquela final! isto é a realidade. Quer queiram aceitar ou não. Os que não quiserem...problema vosso...(claro que o cascais tem imenso poder na federação, claro que foi tudo artimanha do cascis por o murinello a arbitrar aquele jogo...ridiculo)
Luis parabéns pelo trabalho desenvolvido na criação deste blog ao longo de toda a época.

Rogerio Pina disse...

Como alguém disse, foi ridícula esta nomeação que já se sabia iria ser polémica. o Cascais foi o justo vencedor, mas o Técnico não foi o justo derrotado. E aqui reside o problema que a este campeonato ja nao importa, mas ao Rugby Nacional sim no seu todo. Há que trabalhar para a subida de nível e não para o conflito fácil. Muri neste jogo foi um erro de palmatória e nao importa se ele foi ou não tendencioso. ja estava errado antes do apito inicial! Até porque de alguma forma perante a "comunidade" que nao veste verde ficará sempre a dúvida no ar... e o Cascais tb nao merecia isso.